Anima Mundi abre campanha de financiamento coletivo

O evento Anima Mundi abriu uma campanha de financiamento coletivo (crowdfunding) para viabilizar a realização de sua 27ª edição. A mostra contava com verbas da Petrobras, que encerrou todo patrocínio que exercia com movimentos culturais.

A campanha vai até o dia 27 de junho, e o público pode contribuir com valores a partir de R$ 20 no site www.benfeitoria.com/animamundi. O evento está previsto para julho no Rio de Janeiro (17 a 21) e em São Paulo (24 a 28); mas, corre risco de não acontecer. Os apoiadores receberão recompensas como pôsteres, camisetas, ecobag, e passaporte para as sessões do evento.

Criado em 1993, o Anima Mundi é o maior festival de animação das Américas e um dos mais importantes do mundo. Durante todos estes anos, o evento exibiu mais de 9 mil filmes de 70 países diferentes para um público de mais de 1 milhão de pessoas.

Em entrevista para o Meio & Mensagem, Fernanda Cintra, diretora executiva do Anima Mundi, declarou: “Sabíamos que este risco (corte de verbas federais) existia mas foi repentino, estávamos em negociação com eles até o final do ano passado e com isso tivemos que acelerar o passo. Já tínhamos o plano de fazer um financiamento coletivo recorrente, mas ele virou pontual para colocar o festival de pé. Fomos para o tudo ou nada em 45 dias. Não há como um festival pular uma edição, falamos sobre tendências, recebemos 1.800 filmes, temos responsabilidade de apresentar esta obra”.

Nos últimos 26 anos, o Festival cresceu, chegou de forma itinerante a mais de 40 cidades, levou a linguagem como ferramenta pedagógica a centenas de escolas públicas, formando mais de 12 mil professores para trabalhar a animação em sala de aula junto a 2.500 estudantes.

Metas:

Previous Article
Next Article

Deixe uma resposta

Sobre o autor

David Denis Lobão