O que vale mais: 31 pontos de “História de Amor” ou 18 pontos de “Espelho da Vida”?

Existem diversas formas de analisar a audiência de uma produção televisiva. Uma dela são utilizando números brutos. Desta maneira, dá para cravar: “Espelho da Vida”, atual novela das seis da Rede Globo, é um fracasso.

Espelho da Vida” registrou em seus primeiros 57 capítulos a média de 18,33 pontos no Ibope; considerando a amostragem da Grande São Paulo. No mesmo período de episódios exibidos, a trama só vence os números de “Boogie Oogie” (17,53) e “Meu Pedacinho de Chão” (17,68). Perde, mas por pouca diferença, de novelas consideradas fracassos: “Jóia Rara” (18,39), “Lado a Lado” (18,01*) e “Sete Vidas” (18,24).

Mas, existe outra maneira de analisar: com o contexto histórico. Como lembrou o roteirista Eli no Twitter, no ano de 1995, um ponto no Ibope equivalia a 39.790 pessoas na Grande São Paulo. Atualmente, em 2018, o mesmo um ponto vale 71.855 telespectadores, considerando as regras do instituto que mede audiência.

Desta forma, a novela “História de Amor“, com seus 31 pontos no Ibope, atingia 1.233.490 pessoas. Hoje em dia, a trama de “Espelho da Vida”, marca 18 pontos de audiência e alcança 1.293.390 telespectadores.

Fomas diferentes propostas para pensar e entender a maneira de ver TV e medir seu público atualmente. E se atualmente o “Cidade Alerta” (Rede Record) é uma pedra no sapato de “Espelho da Vida”, anteriormente era o “Aqui Agora” que atrapalhada a audiência de “História de Amor”. Cada caso precisa ser analisado com seu contexto histórico em pauta.

Fontes: Gabriel Farac e O Livro do Eli.
*58 capítulos exibidos.

Previous Article
Next Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre o autor

David Denis Lobão