A Indomada previu as Olimpíadas no Brasil

Aguinaldo Silva é mesmo um autor visionário. “Tieta” foi uma novela a frente do seu tempo, como eu mostrei neste texto, e foi coautor de “Vale Tudo”, uma critica ácida e sempre atual ao nosso país.

A reprise de “A Indomada“, no Canal Viva, é uma chance de muita gente conhecer outra obra do autor que precisa ser descoberta (ou redescoberta). Escrita por Aguinaldo Silva e Ricardo Linhares, a novela foi – por muito tempo – ignorada por ditos especialistas em teledramaturgia.

Em sua exibição original, em 1997, “A Indomada” já provocava: citava o presidente que só viajava para o exterior e não permanecia no país (alusão à FHC) e outras figuras da política brasileira, como o deputado que vitimava os colegas com chocolate recheado de laxante (sem citar o nome de Gedel Viera Lima).

Mas, algo se destaca: o prefeito Ypiranga Pitiguary (Paulo Betti) que gasta todo o dinheiro da prefeitura em obras que nunca ficam prontas, tudo visando as Olimpíadas de 2016. A vida imita a obra, e o Brasil tem várias obras incompletas pelo país por conta dos Jogos Olímpicos, que realmente ocorreram no nosso país, com sede no Rio e jogos de futebol espalhados em outras capitais.

Agora, é só esperar a estreia da próxima novela das oito, “O Sétimo Guardião”, pois Aguinaldo promete a volta de Ypiranga e sua esposa Scarleth Mackenzie Pitiguary (Luíza Tomé).

Previous Article
Next Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre o autor

David Denis Lobão